AIP - Associação Industrial Portuguesa

DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO DA AIP

Quer reforçar a competitividade internacional da sua PME? Saiba como no seminário de dia 12 na AIP

 

Conferir credibilidade e evidenciar sustentabilidade enquanto fator de competitividade nas PME. Tudo isto e muito mais será abordado no seminário “PME – Crescimento, Competitividade e Inovação”, que decorrerá em Lisboa, dia 12 de dezembro. Numa organização conjunta da AIP, IPQ e Small Business Standards (SBS), associação europeia de apoio às PME, o seminário contará com intervenções de representantes da Agência Nacional da Inovação, SME United. O último painel inclui testemunhos de PME nacionais, entre as quais a Delta, a Silampos e a Imperalum. No final da sessão haverá um almoço de networking. Pretende-se que as empresas possam obter informação e conhecimento da ferramenta de sustentabilidade que é a Normalização, que promove a inovação e as capacita a concorrer, em igualdade de circunstâncias com congéneres de outros países, e ganhar novos mercados. Conheça o programa.

Trace a estratégia e a abordagem: responda ao inquérito da AIP para definir prioridades internacionais das PME em 2019

 

Conhecer melhor a atividade internacional e os mercados prioritários para as PME em 2019 é o objetivo do inquérito que a AIP tem em curso. Será em função dos resultados obtidos que a AIP desenhará a estratégia e a abordagem aos mercados internacionais em 2019. Responda aqui. Mais informações: internacionalizacao@aip.pt ou 213 601 109.

AIP e PwC explicam novidades do OE 2019 e respetivos impactos nas PME dia 18 de dezembro

 

Análise e debate dos principais aspetos do OE 2019, as novidades e seus impactos nas PME, com enfoque especial nas reformas tributárias serão os pontos fortes do evento sobre o Orçamento do Estado para 2019 que a AIP, em parceria com a PwC e CCR Legal, vai realizar no próximo dia 18 de dezembro, em Lisboa. IRS, IRC e benefícios fiscais, IVA e outros impostos indiretos, IMI, IMT, Imposto de Selo e Justiça Tributária vão ser apresentados por especialistas. Aceda ao programa. Pode inscrever-se aqui.

Invista com financiamento a fundo perdido no âmbito dos Vales 2018. AIP apoia elaboração de candidatura

 

Obtenha financiamento a fundo perdido para a sua PME no âmbito do Portugal 2020. Beneficie de consultoria para a internacionalização da sua empresa. Incentivo máximo não reembolsável de 10.000 euros. No setor do comércio usufrua de apoio em iniciativas empresariais nas áreas da inovação organizacional e gestão, criação de marcas e design, qualidade e economia digital e TIC. Incentivo máximo de 5.000 euros não reembolsável. Utilize a consultoria para planos empresariais de economia circular. Incentivo máximo de 7.500 euros não reembolsável. Aproveite a consultoria para adoção de tecnologias e processos associados à indústria 4.0, nomeadamente para comércio eletrónico. Incentivo máximo não reembolsável de 7.500 euros. Para o arranque de empresas, disponha de consultoria para serviços de incubação na área do empreendedorismo. Incentivo máximo não reembolsável de 7.500 euros. Mais informações: financiamento@aip.pt ou 213 601 143/055/136.

Crie a sua empresa com apoio gratuito da AIP

 

No âmbito do Programa de Apoio ao Empreendedorismo e à Criação do Próprio Emprego – PAECPE, a AIP presta, gratuitamente, apoio técnico prévio à aprovação de projetos de criação de empresas e do próprio emprego. Está previsto apoio específico à conceção e estruturação do projeto, incluindo elaboração de planos de investimento e de negócio. A consolidação dos projetos aprovados, nos dois primeiros anos de atividade, é igualmente alvo de acompanhamento da execução e consultoria por parte da AIP – até um máximo de 80 horas. Deste apoio resultou, até agora, na área geográfica correspondente aos distritos de Lisboa e Setúbal, a aprovação de 40 projetos de criação do próprio emprego nos mais variados setores. Mais informações: fernando.almeida@aip.pt ou 213 601 112.

Procuramos empresas com capacidade exportadora para a região do Caúcaso
Apostamos no Alentejo sustentável