Empresa de gestão de resíduos de tinteiros e toners bem como de outros não perigosos, a nova associada da AIP HappyGREEN atua em todo o território nacional, a partir da Abrunheira, em Sintra, onde está localizado o seu centro de operações. 

A maior parte daqueles consumíveis de impressão em "fim de vida", que são de marcas como HP, Canon e Lexmark, tem um preço para quem compra, mas este “lixo” também pode dar a ganhar a quem o vende, empresas e particulares.

Criada há uma década e gerida por Jorge Fernandes, aposta na economia circular para reduzir a pegada ecológica, fechando ciclos através da recuperação, recondicionamento e/ou reparação de equipamentos elétricos e eletrónicos (REEE) como computadores, monitores e pequenos eletrodomésticos que antes acabariam num aterro sanitário mas que agora são recolocados no mercado pelo engenho desta espécie de exército de salvação.

Do velho faz novo e dá dinheiro a ganhar a empresas e a particulares que que querem livrar-se do lixo e dos equipamentos obsoletos. 

Converter os resíduos em novos produtos é uma das suas especialidades, quiçá a mais nobre da missão HappyGREEN. “Só assim se conseguirá eliminar o conceito de “fim-de-vida””, garante a empresa no seu site, com provas dadas no cumprimento deste desiderato.

“Recolhemos consumíveis de impressão tentando ao máximo, através de triagem especializada, identificar e reintroduzir no mercado todos os que se encontram aptos para serem reutilizados”, informa.

“Evitámos que milhares de produtos fossem prematuramente descartados, recolhemos e encaminhámos para reciclagem ou tratamento adequado centenas de toneladas de resíduos em todo o território nacional continental e arquipélagos da Madeira e dos Açores”, contabiliza a empresa.

Apesar da gestão de resíduos de consumíveis informáticos (tinteiros e toners usados) ser a sua principal atividade, os serviços da empresa estendem-se à consultoria ambiental e gestão global de resíduos de escritório, em especial os REEE, mobiliário e outros resíduos de natureza não orgânica.

No âmbito da sua actividade apoia as empresas a cumprirem com as suas obrigações legais e ambientais e, ao mesmo tempo, a reduzirem a pegada ecológica das suas atividades empresariais.

O serviço de gestão global de resíduos é destinado a empresas que geram periodicamente diversas tipologias de resíduos e pretendem apenas um interlocutor que agilize todos os processos na gestão dos seus resíduos.

Metais, madeira, monos, plásticos, cartão, papel ou REEE (computadores, impressoras,tinteiros, toners, pequenos eletrodomésticos) são alguns dos resíduos que estamos habilitados a recolher. Para outras tipologias contamos com parceiros que poderão dar também o seu contributo de forma a que continue a encaminhar os resíduos com apenas um interlocutor.

Este serviço é analisado pontualmente e nem sempre representa custos para a empresa, poderá também dar origem a proveitos em função da valorização que se possa verificar.

Na qualidade de Operadores de Gestão de Resíduos (OGR) de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (EEE) a HappyGREEN recebe e encaminha para destruição bens que integram o activo fixo tangível.

Através da elaboração de um auto de abate e conjuntamente com e-GAR (Guia de Acompanhamento de Resíduos), comprova a destruição dos respetivos bens.

A empresa criou uma plataforma online para que todos possam vender tinteiros vazios sem sair de casa, bastando subscrever a tabela de compra. Informa que mais de 80% dos tinteiros vazios podem ser reutilizados.

“A nossa tabela de compra tem cerca de 1000 modelos de tinteiros e toners vazios que podemos comprar, mas este site vai ajudar quem apenas tem tinteiros em sua casa e tem alguma dificuldade em analisar a nossa tabela”, explica a HappyGREEN, convidando os interessados a lá ir “pesquisar para colocar a quantidade e fechar a venda”.


Denominação: HAPPYGREEN, UNIPESSOAL, LDA

Concelho: Sintra

Sector: Gestão e reciclagem de resíduos

CAE: Valorização de resíduos metálicos e não metálicos. Serviços de recolha e reciclagem de resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos. Recolha, armazenamento e comercialização de consumíveis informáticos, equipamento e material informático, sucatas metálicas e não metálicas e electrodomésticos, novos e usados, e desmantelamento e reciclagem dos mesmos e valorização dos materiais. Valorização de resíduos não metálicos. Comércio a retalho de artigos em segunda mão em estabelecimentos especializados.

Gerente: Jorge Fernandes

Produtos/Serviços: Tinteiros e toners; equipamentos elétricos e eletrónicos; gestão global de resíduos e abate de bens do ativo fixo tangível; recolha de REEE;  Consultoria: energia solar, auditorias energéticas, gestão dos recursos hídricos, estudos de impacto ambiental e licenciamento de operadores de gestão de resíduos.