Joana Rafael, fundadora da startup portuguesa Sensei, foi a anfitriã de uma delegação da Direção da AIP liderada pelo seu presidente, José Eduardo Carvalho, que visitou a loja Continente Labs, em Lisboa, dia 2 de março. A Sensei cria e desenvolve tecnologia que permite fazer compras num supermercado sem parar numa caixa para efetuar pagamento. Pioneira no desenvolvimento de soluções para a criação de experiências de compra sem filas e sem fricção para o cliente, foi a Sensei que desenvolveu a tecnologia do Continente Labs, o primeiro supermercado autónomo e sem checkout na União Europeia, a chamada loja inteligente.

A tecnologia desenvolvida pela Sensei é suportada por câmaras (230 nesta loja), sensores e algoritmos de inteligência artificial. Através da combinação destes equipamentos, a tecnologia desenvolvida pela empresa permite que um cliente entre na loja, retire os produtos das prateleiras e conclua uma compra apenas ao sair da loja. O valor dos produtos escolhidos é adicionado à conta final, previamente iniciada no momento de entrada na loja, através da combinação entre as câmaras instaladas no espaço e software de inteligência artificial.

De acordo com Joana Rafael, “a fim de democratizar o acesso, desde janeiro que esta loja tem mais uma opção disponível para o cliente. Quem não tenha a aplicação do Continente pode utilizar uma caixa de self checkout, o que torna a loja híbrida”.

A propósito do financiamento, a fundadora da Sensei explicou que os quatro fundadores iniciaram a empresa com 500 mil euros e que depois levantaram 5,5 milhões de euros numa ronda de investimento, para escalar o projeto, a maior ronda de financiamento em fase seed já levantada por uma empresa portuguesa.

A Sensei tem 11 acionistas que são fundos de capital de risco dos EUA, Espanha, Alemanha (Metro Group) e Portugal (Sonae IM, através da Bright Pixel).