Após ter envolvido 50 empresas no programa “+ Produtividade” (2013-15), a AIP lança em outubro nova edição do projeto, destinado a PME com atividade económica em bens e serviços transacionáveis e internacionalizáveis.

Trata-se de uma solução que pretende atuar ao nível dos designados investimentos inteligentes, que promovem a produtividade pela melhoria da capacidade de gestão dos recursos já detidos pelas organizações. São 31 as PME que já formalizaram o acordo de pré-adesão, 55% das quais da indústria transformadora. Conforme o interesse demonstrado e necessidades, são três as opções de participação: diagnóstico; diagnóstico + implementação; e diagnóstico + implementação com maior carga horária. Para mais informações contacte maisindustria@aip.pt ou 213 601 012.

Contributo decisivo para a AIP avançar com esta nova edição do projeto “+ produtividade” foram os resultados reportados pelas empresas que participaram no projeto inicial: 71% das empresas participantes obtiveram aumentos de produtividade. Em 36% das quais, acima de uns assinaláveis 25%. Verificou-se, também, um aumento do nível de serviço, em 29% das empresas e, não menos importante, um aumento das vendas, em 21% do total. Por último, o desenvolvimento do projeto permitiu às empresas uma redução média de stocks de 40%.

O projeto pretende reforçar a competitividade das PME portuguesas, através da reestruturação dos seus processos e otimização dos fluxos produtivos e informativos, alterando métodos e hábitos de trabalho, construindo uma cultura organizacional de melhoria contínua, recorrendo para o efeito às metodologias de origem japonesa Kaizen Lean aplicadas, com elevado retorno em termos internacionais nos mais diversos sectores de atividade.