10 medidas que se consideraram fundamentais para o crescimento
da economia

Em 2013, a AIP realizou a I Convenção Empresarial que reuniu 1500 empresários. Nessa convenção, cujos debates e reflexões foram feitos só por empresários e depois comentados por especialistas, foram enunciadas 10 medidas que se consideraram fundamentais para o crescimento da economia.

O progresso ao longo dos últimos 10 anos ocorreu de forma mais significativa nas seguintes medidas: concentração e focalização de políticas de apoio às empresas (recapitalização e redimensionamento, e reforço da capacidade exportadora), modificar padrões de cultura empresarial, dedução no IRC de remuneração dos capitais próprios, compras agregadas de energia e na valorização da oferta nacional no mercado interno. Outras medidas ficaram muito aquém: assegurar a reforma e solvabilidade do Estado, liberalizar mercados e flexibilizar os modelos de organização e de remuneração do trabalho. As restantes medidas, gestão europeia das dívidas soberanas dos Estados periféricos, criação de uma linha de empréstimos obrigacionistas agregados, e incentivos ao redimensionamento empresarial, tiveram pouco avanço.

O quadro anexo sintetiza a evolução e o grau de cumprimento dessas medidas.