Posição tomada pelo Presidente da AIP, José Eduardo Carvalho, no dia 6 dezembro de 2018 em Santarém

Estratégias Regionais

(…) Não há racional económico que justifique especializações na diferenciação competitiva entre pequenos ou reduzidos territórios contíguos.
Não é evidente que a diversidade da atividade produtiva tenha um efeito incentivador no crescimento das regiões, do que teriam se a sua estrutura produtiva fosse hegemonizada por um cluster.(…)