A AIP aprovou em Assembleia Geral anual, reunida no dia 4 de maio, o Relatório de Atividades e Contas da Associação e os respetivos pareceres da Direção e do Conselho Fiscal, referentes ao exercício de 2022. Com um resultado líquido positivo de 266 mil euros, este exercício apresentou os melhores resultados operacionais, líquidos e EBITDA desde 2011. De salientar ainda que o passivo teve um decréscimo significativo de 19,6 por cento relativamente ao ano anterior e que na soma dos últimos quatro exercícios (2018-2022) teve uma redução de 4,2 milhões de euros.

Durante a sua intervenção o presidente da Direção da AIP, José Eduardo Carvalho, realçou que “o exercício de 2022 foi globalmente positivo, quer no que se refere à atividade, quer em termos de indicadores económico-financeiros. Foi o melhor desde 2011. Na globalidade das ações desenvolvidas pela AIP foram mobilizadas mais de nove mil empresas, num total de 26 mil participantes. Foi também ultrapassado o número de seis mil associados, dispersos por todas as regiões do país”.