A formação decorreu entre outubro de 2019 e janeiro de 2020, nas províncias de Luanda, Huíla, Benguela, Huambo e Cabinda. Os grupos alvos de formação foram, maioritariamente, empresários de PME, dirigentes e quadros dos ministérios responsáveis pela implementação do programa de apoio ao desenvolvimento do setor privado, formadores/investigadores de Angola.

Estiveram envolvidos 1140 formandos e foram ministradas 204 ações de formação sobre as seguintes temáticas: produtividade, plano de negócios, finanças, gestão de projetos, comércio internacional, marketing, liderança e team building. Este é o balanço do projeto de formação que a AIP, em consórcio com a CESO, iniciou em junho do ano transato, para o Ministério da Economia e Planeamento de Angola no âmbito do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações, financiado pelo Banco Africano de Desenvolvimento.


Foi um projeto de formação pioneiro em Angola, pela sua abrangência territorial, e pelo elevado envolvimento de empresários que, na sua grande maioria, desconheciam os temas abordados, verificando-se exceções relativas a formandos com antecedentes no sector privado, no estrangeiro, ou em empresas multinacionais a operar em Angola.

Apurados os níveis de qualidade alcançados com a realização do projeto na perspetiva dos formandos, verificou-se que foram atingidos níveis de satisfação acima dos 90%, salientando-se inúmeros testemunhos de apreço e reconhecimento desta importante iniciativa, cuja continuidade foi massivamente referida por todos os participantes.


A AIP colocou toda a sua experiência acumulada ao serviço do Ministério de Economia e INAPEM - Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas, desde a fase de diagnóstico de necessidades de formação à conceção dos conteúdos formativos e materiais pedagógicos, definição do processo de gestão da formação, com a disponibilização de todos os instrumentos e registos de apoio à sua formalização.