A primeira sessão de trabalho do conjunto de PME agregado em torno da Sonae decorreu dia 7 de Maio na AIP, no âmbito do projecto “PME Connect” que a AIP está a desenvolver e que tem por objectivo a promoção do crescimento das exportações e da capacidade para internacionalização das PME nacionais através da interacção com grupos económicos já fortemente internacionalizados. A apresentação pública deste projecto vai decorrer no próximo dia 23 de Maio, às 8h30, na sede da AIP.


Para mais informações e inscrição na sessão contacte editen@aip.pt ou 213 601 055.

 

Nesta segunda fase do projecto, as PME irão beneficiar de mentoria, criação de consórcios e integração nas cadeias de valor, através de processos colaborativos, bem como da resposta às necessidades de procura de cinco grupos fortemente internacionalizados, nos sectores da construção (Mota-Engil), retalho (Sonae), energia (EDP), turismo (Pestana) e defesa (Tekever). A primeira fase consistiu na realização de um estudo de benchmarking internacional “Modelos de cooperação para a internacionalização”, que a AIP fez em oito mercados por todo o mundo.

 

“Partilha de conhecimento, confiança, observação e estudo dos mercados-alvo são essenciais para encontrar os melhores clientes e parceiros de negócio nos mercados externos”, garantiu Rui Rodrigues, international business development da Sonae, aos nove empresários que participaram no primeiro “workshop” promovido pela AIP.

 

“Apoiar as empresas nos desafios com que se deparam no seu processo de internacionalização, identificar e captar potenciais clientes, bem como consolidar a sua relação com grupos económicos é o objectivo da AIP, alcançável através do “PME Connect””, assegurou Paulo Caldas, director de Economia e Inovação da AIP, na abertura deste encontro de trabalho.

 

O programa “PME Connect” contempla cinco reuniões de trabalho, com a duração de aproximadamente três horas cada, onde os grupos empresariais Mota-Engil, Sonae, EDP, Pestana e Tekever partilham a sua experiência e divulgam às PME nacionais as oportunidades existentes na sua cadeia de valor.