Vale Oportunidades
de Internacionalização

ATÉ 28 DE DEZEMBRO,
PARA AS REGIÕES CENTRO, LISBOA, ALENTEJO E ALGARVE

Consultoria para diagnóstico de oportunidades de internacionalização e assistência técnica para a implementação de recomendações de curto prazo. Incentivo máximo não reembolsável de 10.000 euros, 5.000 euros para diagnóstico e 5.000 euros para implementação de recomendações de curto prazo.

Product Image
OBJETIVO

Implementação de decisões de marketing e de actividades de prospeção inicial de mercados externos.

BENEFICIÁRIOS

PME de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica.

INCENTIVO

Incentivo não reembolsável máximo de €10.000 euros
75% das despesas elegíveis com limite de €5.000 na componente diagnóstico de oportunidades (40% na Região de Lisboa)
75% das despesas elegíveis com limite de €5.000 na componente recomendações de curto prazo (40% para Região de Lisboa) 

SERVIÇOS DE CONSULTORIA

SERVIÇOS DE CONSULTORIA
Para diagnóstico de oportunidades
- identificação de binómios produtos/serviços/mercados que representem oportunidades de internacionalização;
-necessidades de ajustamentos de produtos/serviços e de modelos de negócios (incluindo circuitos de distribuição);
- oportunidades de evolução na cadeia de valor;
- necessidade de ajustamentos de estratégias de comunicação digital.

Para implementação de recomendações de curto prazo
- Visitas de prospeção e de captação de novos clientes em mercados externos; - Visitas de prospeção a feiras internacionais;
- Convites a / missões de importadores para conhecimento da oferta.

CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE DO BENEFICIÁRIO

Gerais:
a) estarem legalmente constituídos e disporem de contabilidade organizada;
b) terem situação tributária e contributiva regularizada na AT e SS;
c) declarar que não se trata de uma empresa dificuldade ou sujeita a injunção de recuperação;
d) declarar não ter salários em atraso.


Específicos:
a) Não ter projectos aprovados na tiplogia Internacionalização das PME do Sistema de Incentivos do Portugal 2020;
b) Não pode ter iniciado o seu processo de internacionalização ou,tendo iniciado, não registar atividade exportadora nos últimos 12 meses anteriores à data da candidatura; e
c) Ter 3 ou mais postos de trabalho existentes à data da candidatura

LEGISLAÇÃO APLICÁVEL

Geral: 
Decreto-Lei nº159/2014, de 27 de outubro. 
Portaria n.º 57-A/2015 de 27 de fevereiro, RECI 
Portaria n.º 181-B/2015 de 19 de junho, Alteração ao RECI 
Portaria n.º 211-A/2016 de 2 de Agosto, Alteração ao RECI 
Portaria nº 142/2017, de 20 de abril, Última alteração ao RECI 


Específica: 
Aviso 25/SI/2018, de 31 de Julho de 2018

Faça connosco a sua candidatura